Fone:   (44) 3026-8979

My Image
My Image

Onde estamos

Faça sua reserva por aqui

albadore logo
My Image
My Image

De repente em meio a tantos acontecimentos. Meu pai! será o quarto filho?

      Acredito em minha equipe e coisas incríveis acontecem.
      Sofremos e erramos muito, o mas importante sempre um apoiou o outro, um incentiva o outro a não desistir e se superar!!! Todos os acertos e conquistas também sempre foi gozado e vibrado intensamente!!!
      Nosso primeiro 100 Rodízios ao final da noite os colaboradores dançavam e festejavam loucamente. Uma loucura que só nos intendíamos !  Todos sonhávamos com aquele momento tínhamos certeza que um dia teríamos fila. E quando aconteceu era como se tivéssemos ganhado o melhor presente do mundo, aliás para nós era o melhor presente do MUNDO!
      E de repente no meio de tantos acontecimentos os remédios começaram a parar de fazer efeito, voltei a passar mal a ter enjoou, não tinha mais fome, já ia marcar o retorno no psiquiatra, quando no mesmo dia minha cozinheira e minha mãe cogitou a possibilidade de eu estar grávida. Será possível que eu estaria?! Meu pai seria o quarto filho.
      Pois era exatamente isso!!! No meio daquele caos eu estava grávida de meu quarto filho. Novamente a mão de Deus em minha vida. Foi a maneira dele me mostrar o quanto eu era forte e não precisaria de remédios para viver.
      Com a gravidez abandonei meus três tarja preta, esse período foi bem sofrido eu com barrigão chacoalhando o Theo para lá e para cá. No quente do fogão, com a barriga cheia de farinha e até mesmo no pesado da pizzaria.
      E eis que surge na minha vida uma amiga de infância, nós estudamos jutas na primeira série até a sétima, ela precisando trabalhar e eu precisando de ajuda. 
      Com muita determinação ela teria pouquíssimo tempo para aprender tudo que eu fazia para eu pelo menos conseguir parir. Lógico que ela conseguiu, superou minhas expectativas e bem antes do esperado pois adivinhem, o Theo adiantou. Lógico coitado a mãe dele não seguia as orientações do médico ao conseguia ficar de repouso. Mas tudo no tempo de Deus nossa situação financeira não estava nada boa e eu havia feito o plano médico após descobrir que estava grávida então teoricamente não ia cobrir o parto, por ele antecipar entrou tudo pelo plano. Como meu médico já havia tomado todas as providências para amadurecer o pulmão, Theo nasceu perfeito.
     Sabem o que eu aprendi que independente da situação que eu estiver as 19:00 horas o AlbaDore tem que abrir. Eu mau retornei para o quarto após a cesariana e meu marido voltou correndo para o restaurante. Quem já tomou anestesia raqui sabe os efeitos, pois bem foi ele sair começou a tremedeira, as coceiras e a falta de ar tudo junto para ajudar, eu em orações pedindo à Deus que mandasse um anjo para me ajudar não demorou 5 minutos a enfermeira apareceu com todos os medicamentos necessários para acabar com tudo aquilo.
      Quando meu bebezinho estava com 23 dias de vida minha cozinheira queimou o pé e teve que se afastar, meu corpo ainda se recuperando mas, na ocasião não tinha mais ninguém que sabia cozinhar e a casa às 19:00 tinha que abrir, foi assim que retornei da minha longa licença maternidade. 
      Sério e foi dias de muito muito movimento, cada dia superava o outro e assim por diante. O que acalmava minhas dores e o vazio enorme de não conseguir ficar com meu recém nascido era, minha cozinheira tentando por todas as circunstâncias se recuperar logo e claro os elogios e carinho que recebíamos no final de cada atendimento. Todas as noites eu sentava e ficava lendo todos os feedback um a um. E pensava à se eles soubessem o quanto cada elogio, cada palavra de carinho nos move é da força para continuar...
     Teve uma noite que o garçom pediu para eu ir até à mesa pois um casal queria falar com a
proprietária, vixi fui com o coração na mão, pronto é reclamação, eu pensei. Chegando lá o casal
já estava de saída e nos encontramos no pé da escada do reservado, um casal jovem lindos e altos
eu para quem não sabe tenho um metro e meio batia aproximadamente na cintura desse casal.
     Ao encontrá-los ambos começaram a tecer elogios e quanto mais eles elogiavam mais eu me sentia
pequenininha parecia que ia encolhendo pois, não estava acostumada com tantos elogios
presencialmente, na grande maioria é nas mídias sociais.Nossa que sensação o coração se enche
de alegria e esperança, corri para a cozinha compartilhar com todos o que havia acontecido
era incrível!!!
     E assim somos até hoje, AlbaDore e vocês uma palavra define nossa conexão RECIPROCIDADE
, por isso temos tanto amor para compartilhar. Como diz um colaborador do salão:”Todas as noites
​​​​​​​ eu preciso trocar meu saco de elogios pelo menos três vezes.”
     É amor por todos os lados!!!
Próximo post como o Sebrae entrou em nossas vidas.

27 de setembro às 23:48 · 
4 XP/AlbaDore​​​​​​​

Aniversário Camilla/ Albadore 

De 30 Rodízio do nada fomos para 185. Como estragar 7 meses de luta 

     Senta que lá vem história...
     Após 7 meses de muita luta e persistência os clientes timidamente começar a entrar em nossa casa .Uma noite de muito alegria atendemos exatos 15 clientes em uma única noite, inexplicável a sensação de atender tantas pessoas ao mesmo tempo, como fazíamos tudo na hora demorou um pouquinho para servir, mas nada que incomodasse os clientes. No final da noite todos muito contentes pelos elogios referente ao sabor e qualidade.
     No outro dia as avaliações do Face eram favoráveis entre 4 a 5 estrelas, comentários como ótima qualidade, mas poderia melhorar um pouco mais a agilidade           Aí estava o problema do nosso rodízio por ser artesanal era muito difícil fazer com agilidade, muitos vão lembrar que pediam o sabor no cardápio um a um, mas com o tempo conseguimos montar um processo em que as massas ficavam pré cozidas e os molhos pré preparados e a velocidade começou a melhorar.
     Família AlbaDore tinha 6 integrantes nessa época 3 internos(cozinha ) 3 externos (salão) de 15 passamos para 30 clientes em questão de dias, ok ok vamos manter a calma deve ter um jeito de não ser tão confuso tudo isso. Era uma confusão eu mesma passava massa passava, pizza, limpava mesa resumindo os três do salão no desespero fazia tudo e não fazia nada.
     Bom a solução era contratar, mas imagina meu medo de contratar e de repente o movimento acabar, já vínhamos de 8 meses investindo muito dinheiro e quando colocamos o dinheiro da casa era tanta coisa para pagar que praticamente evaporou, sobrou muito pouco para capital de giro e se o movimento acabasse essa reserva ia para cobrir o salário. Bom arriscamos e anunciamos vagas de emprego. Aí veio outro problema achar pessoas que tivessem interesse em trabalhar esse processo é muito complicado.
      A casa manteve um movimento de terça à quinta 15 clientes sexta um pouquinho mais e sábado 30 clientes. 
      Fomos evoluindo eu ficava durante o dia bolando estratégias para melhorar a perfomance do pessoal e depois era horas de treinamento. Estávamos mais ou menos assim: Com a mesma equipe dia de semana era só elogios nas avaliações 5 estrelas e finais de semanas algumas reclamações de demora para passar o Rodízio 3/4 estrelas.
     Com o processo seletivo em andamento estávamos agendando as entrevistas, uma bela noite do nada mas do nada mesmo toda a população de Maringá, ou quase isso veio comer aqui. Sério foi desesperador, em uma sexta feira chuvosa as 21:00 eu estava na porta pedindo para que os clientes não entrassem O SONHO VIROU PESADELO !!!
      Os clientes queriam entrar porq ainda estava no horário de atendimento e os que saiam estavam insatisfeitos , eu ali na porta à cabeça rodando, falta de ar enjoada sem saber exatamente o que fazer com vontade de sair correndo dali. Lá dentro uma cliente gritando “- Pela amor de Deus traz minha Califórnia eu não consegui comer as salgadas agora não vem as doces, quero comer logo para sair desse lugar...” Do lado dessa mesa tinha uns clientes que eram fixos vinham toda semana e coitado do cliente ele foi falar; calma moça não é assim o atendimento deles, não tá vendo que tem muito gente aqui!?
     E mesmo fechando as portas pedindo desculpas à todos os clientes foi uma catástrofe no final da noite quando puxamos no sistema tínhamos atendido 185 pessoas, isso que ficou um monte de gente sem lançar pois não dava tempo. Serio de 30 Rodízio do nada fomos para 185 
     Já naquela noite e nos dias seguintes as avaliações de 1 estrelas não paravam de aparecer não só no face mas em todos os tipos de mecanismos de avaliações!
     Olha gostaria de agradecer imensamente a todos os clientes e foram muitos, que não avaliaram na página mas mandaram mensagens privadas relatando o ocorrido e tentando entender o que havia ocorrido, vocês mostram o quanto é uma crítica para o crescimento e o quanto querem nosso bem, muito obrigada!!!
     Achei que seria o fim de tudo. Tanto trabalho e luta para acabar daquela maneira. Acho que foi a forma de Deus me dizer filha vc me pede tanto muitos clientes, vou te dar para você ver que não está preparada para atende-los.
     Sempre respondi todas as avaliações uma a uma, boas ou ruins. Sempre analisei cada Feedback e sempre procurei evoluir com todos eles !!!
     Nossa daquele dia em diante intensificamos as contratações, passava alguém na rua que parecia que estava desempregado já chamávamos para trabalhar, mais ou menos assim kkkkk .
     Mas como era difícil conseguir ter um padrão de atendimento . Teve uma ocasião que nossa Cheff cozinhava a massa e saía servir elas, teve noites que eu tinha pesadelos que estava servindo pizza já sem força e não acabava mais, acordava cansada!!!
     Já próximo ao dia dos Namorados decidi fazer uma noite muito especial era apenas com reserva, cardápio com pizza de coração, bombom de chocolates produzidos por nós em formato de coração, vinho personalizados com o nome do casal data é uma frase romântica, cartão personalizados com a foto do casal ( detalhe sem eles saberem, ia no face e procurava) , pétalas de rosas luz de velas e tochas, música romântica ao vivo.
     Juntamos as “moedas” para trocar os toldos lá de fora para tentar amenizar o fio. E no grande dia eu estava com o coração já saindo pela boca, a síndrome do pânico atacava quando não entrava clientes e quando entrava mais do que podíamos atender, estava muito complicado para mim manter o controle por mas que estava tomando os remédios. Eu naquele nervoso, fui servir meus primeiros clientes é derrubei a tampinha da garrafa na salada eu simplesmente não conseguia parar de tremer, mas precisava me controlar aquela noite era tudo que eu havia desejado, todas as mesas reservadas todos os cartões arrumados tudo estava perfeito, então fui passar massa e coloquei outra pessoa para abrir as mesas.
      Em determinado momento um garçom que já estava trabalhando para nós à uma semana começou a gritar no meio de meu salão dizendo o nome de outra pizzaria e falando que não chegávamos nem aos pés dela, ele começou a agredir verbalmente meus meninos pois era homofóbico e naquela noite mostrou isso para nós, recusava passar mais pizzas de coração para os clientes e ainda falava para o cliente que era uma só dando a entender que o cliente era guloso.
     Pensei bem rápido peguei um dinheiro no caixa e dei para ele agradecendo o empenho e pedindo para ele ir para casa descansar na maior delicadeza para não piorar a situação, o importante era tirar ele o mais rápido possível do meu salão, antes que ele agredisse fisicamente um de meus meninos. Resumo dessa noite muitos amaram conseguiram perceber o carinho e nosso empenho em surpreender as expectativas são clientes fixos até hoje da casa e muitos odiarão de nunca mais voltar. 
     AlbaDore era muito extremo ou amava ou odiava tava muito complicado em formar equipe para fidelizar os clientes.
     Na semana posterior ao dia dos namorados tivemos nossa primeira reserva grande ao todo 15 casais a comemoração era do dias dos namorados e o mais bacana dessa reserva era que os namorados estavam realizando uma surpresa para as namoradas, de tão fofo resolvemos ajudar e fizemos cartões personalizados e procuramos de todas as formas manter aquele momento o mais especial e inesquecível possível.
      Foi incrível todos amaram e foi exatamente nessa noite que nossa missão nasceu:
Proporcionar momentos únicos e inesquecíveis para você ter experiências eternas!!!
      Sim pois como não tínhamos nenhuma certeza que íamos conseguir nos manter
vivos, ao menos proporcionando momentos únicos seríamos inesquecíveis nas memórias
das pessoas e se algum dia AlbaDore não existir mais estaremos eternos no coração de
cada clientes...Vai ter mais rs muitos detalhes inesquecíveis...
      Próximo post vamos contar como Deus agiu em minha vida é nossa tentativa
​​​​​​​ de mudança de cardápio...

21 de setembro às 19:42 · 
3 XP/AlbaDore

1º dias dos namorados no albadore 

A tia da limpeza empresta o vale alimentação. O sonho AlbaDore agora é de todos 

     Muitos clientes depois de lerem a história de nosso primeiro 6 quase últimos meses, ficaram curiosos de como foi a transição da nossa casa sem clientes para casa com clientes, então senta que lá vai história...
     Chamamos nossos colaboradores para uma reunião, eu já estava mais de 3 dias sem conseguir dormir direito, mas aquela reunião era a coisa mais sensata a ser feita.
    Abrimos o jogo falamos que daquele dia em diante não teríamos mais condições de honrar com os salários, que eles estavam livres para saírem e que assim que tivéssemos condições íamos chamar um à um para acertamos o que ficasse para trás. Surpreendentemente ninguém quis sair pelo contrário ficaram ainda mais do nosso lado.
A Tia auxiliar de limpeza emprestava o vale alimentação do marido para comprar insumos para o restaurante...A situação ficou tão complicada que não tinha mas o que fazer e pela primeira vez em minha vida eu não tinha uma saída, não sabia o que fazer. 
      Eu via meus filhos dormindo no chão duro e frio do restaurante, meu marido ajoelhado no banheiro chorando e rezando escondido de mim. E eu... Eu não aguentei aquela mulher forte que nunca tinha tempo ruim não suportou.
      Estava sentada no caixa de costa para os funcionários virada de frente ao salão cheio de comida e vazio de clientes e as lágrimas rolavam pelo meu rosto, o descontrole tomou conta de tudo, meu marido se aproximou eu só conseguia pedir para ele me tirar de lá escondido para ninguém ver. Fomos correndo para o UPA eu em prantos descontrolada. Chegando lá chorando de soluçar pedi para que ele me deixasse ali pois precisava levar as crianças na escola, fechar o almoço, fazer compras para o jantar ( sim era literalmente vender o almoço para comprar o jantar) e abrir a noite. Eu não poderia ser um peso maior que já estava sendo por perder o equilíbrio. Com o coração partido ele me deixou ali sozinha e descontrolada.
      A assistente social do hospital veio correndo para verificar o que estava acontecendo pois o choro era tão incontrolável que saia alto e todos ao redor podia sentir o tamanho de minha dor, fui atendida prontamente tomei uma injeção e apaguei, foi minhas 3 horas de sono depois de uma semana sem dormir e comer direito, na ocasião estava pesando 42 kilo.
      Diagnóstico síndrome do pânico resultado remédio para dormir, remédio para comer, remédio para acordar e remédio para viver!!!
      No fundo do poço, sem saber o que fazer, em um belo dia conversando com minha cozinheira Marcilene ela olha para mim e fala:-Camila eu não vou sair daqui, eu só vou embora o dia que vcs falarem que desistiram!!!O dia que fecharem as portas!!!
     E foi então que percebi olhando para ela e todos os outros que ainda trabalhavam apesar dos pesares com um sorriso no rosto que o sonho não era mais só meu, mas eu era a única pessoa capaz de reverter aquela situação!!!
     Eu naquela ocasião com três filhos fiz a minha mais arriscada decisão. Vendi minha casa
meu único imóvel pela metade do preço pois em 2016 só vendia que estava com a corda no
pescoço e coloquei em um negócio que não estava dando certo. 
     Loucura né!!!  Pois foi isso mesmo que eu fiz, lógico com o apoio de meu marido e mãe
que acho que são mais loucos do que eu. Sério não existe fórmula mágica o mundo não é conto
de fadas e sacrifícios são necessários e quando não temos conhecimento suficientes esses
sacrifícios podem ser muito doloroso.
     Só amor não basta, ​e acordar cedo e dormir tarde também não resolve, pode ajudar mas
não basta !!!
     Vendi nossa casa, hoje moramos eu, meu marido, mãe, vó e quatro filhos em quatro
​​​​​​​cômodos em cima
do restaurante que com muito jeitinho transformamos em um lar. E com capital de giro começamos a respirar!!! Pagamos os atrasados, replanejamos, fechamos o almoço e focamos no jantar. Trabalhamoscom estoque zero e sempre controlando as despesas.
    Conheci o Facebook como uma ferramenta de publicidade.
    Contratamos um profissional maravilhoso em fotografar comidas. A junção de Facebook+ Fotosde nossos pratos foi = clientes.
E ... Acho melhor a continuação ficar para um próximo post 😉

15 de setembro às 04:02 · 
2 XP/AlbaDore 

Fotos trabalhada para ser impucionada no facebook. 

AlbaDore é esperança, é força de vontade e determinação. 

     De repente o face me recorda dessa lembrança meus filhos fazendo de conta ser clientes! Então resolvi compartilhar com vocês essa história...
    Sobrevivemos ao primeiro ano, ao segundo e rumo ao terceiro 
​​​​​​​o dia 29 /11/2015 abrimos a casa anoite cheia de gente era só alegria!!! (Claro parentes e amigos) ai que sonho, doce ilusão. 
    Por isso comemoro oficialmente a data de abertura no dia 30/11/2015 pois foi nessa data que descobrimos que teríamos que ser fortes!!! 
    Passamos noite à noite aguardando pacientemente os clientes entrarem por aquela porta. Quando entrava um casal ai, que desespero todos tensos tentando agradar ao máximo chegávamos à sufocar o cliente. 
    Quantas vezes eu, as crianças, nossa gerente e o Yuji íamos comer na varanda para que os clientes achasse que tinha clientes na casa e quando em fim o cliente entrava, puxa que engraçado levantava todo mundo para atende-lo pois não tínhamos muitos funcionários. 
    Cada carro que estacionava aqui na frente nossos corações palpitava o meu só faltava sair pela boca até o cliente atravessar e entrar no Firula. 
    Tinha mais, os que entrava na casa olhava aquele deserto dava uma risadinha sem graça e ia embora com a desculpa "à ta cedo, voltamos daqui à pouco", nunca mais!!!!! 
    Cada minuto parecia uma eternidade o coração palpitava de ansiedade até que, o relógio marcava 23 horas e o sentimento que sobrava era tristeza e frustração.
   E não foi fácil!!! 
   Mas sabe porque não desistirmos????  Por que somos cabeças duras mesmos, rara!!! Não por que cada cliente que por mais raro que isso era, que provava do nosso rodízio saia satisfeito da casa, cada um que entrava não se arrependia. 
    Eu, nós tínhamos não só esperança, mas confiança em nosso projeto era certeza que ia dar
certo!!! Só precisamos de clientes!!! 
    Ixi muita dificuldades passamos, muitos não aguentaram e saíram. Outros se mostram mais
fortes que nos mesmos e passava essa força para que não desistíssemos!!! 
    Só posso com toda convicção do mundo afirmar que de tudo que passei na minha vida, olha
que não foi pouca coisa apesar da pouca idade, esse primeiro ano foi a experiência mais pank
que já passei. 
    Não tem nem como descrever o que tivemos que superar. Quase por muito pouco não enlouqueci.
    AlbaDore é esperança, é força de vontade e determinação. É à convicção que estávamos certos
qu e desistir nunca foi uma opção!!!! 
    E hoje apesar de todas as dores e dificuldades crescemos, evoluímos e nos reinventamos. 
    Nos permitimos ousar em sonhar e conquistamos o título de 3ª melhor gastronomia do Paraná.
   Sonhar é tão bom né?!? Então porque não...E se ...Será uma reforma...Arrumar tudo...Deixar lindo... ... SIM e sim mil vezes sim!!! Aqui estamos nós vivendo intensamente cada instante dessemaravilhoso sonho . Enquanto tiver 1% de chance tenha 99% de fé Pois o PAI é fiel e nunca irá te desamparar!!!
    Muito obrigado a todos que fizeram e os que fazem parte de nossa equipe.
   Aqui com certeza todos vem para somar por isso somos à família AlbaDore🧡

Filhos da proprietária fingindo ser clientes para atrair pública. 


8 de setembro às 01:13 · 
1 XP/AlbaDore 
​​​​​​​

Uau!!! Tenho amigos novamente, Sebrae e ACIM grande parceria

      Um belo dia um agente de Inovação do Sebrae entra por minha porta, fala que vai passar um radar em minha empresa, eu muito da desconfiada aceitei.
Sentamos, ele abriu o computador e começou a me fazer perguntas:
- Camila você tem isso ...
- Lógico que tenho.
- Onde está?!??
- Na minha cabeça 
- Camila vocês faz aquilo...
- Sim faço.
- Você pode me mostrar?
- Não tenho evidências..
       E assim foi indo no total de 37 questões. 
       Quando ele me passou o resultado do diagnóstico eu fiquei em choque 33 pontos de 100 pontos. Tinha me saindo muito mau, mas como assim eu tinha tudo como poderia ter sido tão ruim?!?? Fui querer saber melhor o que era aquilo!!!. MEG - Modelo de Excelência em Gestão.
       Fiquei pasma como que tinha um manual e nunca ninguém tinha me apresentado.
       Eu achava que ter um empresa era como ter um filho, que íamos aprendendo com o tempo. Sério tem um manual para abrir uma empresa e o mais legal é que da para qualquer segmento.
       Aquele agente de inovação do Sebrae tirou meu antolhos (venda usada em cavalos que puxam charretes, carroças e similar para não olhar para os lados)
       Quem me conhece sabe né eu simplesmente mergulhei naquelas questões esquecia de comer, dormir, tomar banho estava vivendo para aquilo. Para mim as coisas só iam começar a dar certo quando todas aquelas questões estivessem implantadas. 
       Sentia que era o que faltava para dar certo. Mas era um processo muito difícil pois eu já tinha começado errado, para arrumar ia precisar de ajuda. Quando me dei conta estava participando do Selo de Qualidade no Turismo que é um reconhecimento estadual. Há pronto, agora além de implantar o MEG eu queria o 3º lugar do Paraná. 
       Todos acham que eu sou competitiva, bom sou um pouquinho, mas na realidade eu aprendi e vivo intensamente isso: Faço meu melhor nas condições que tenho enquanto não tenho condições de fazer melhor ainda, e a única maneira de se mensurar que realmente foi o melhor é conseguindo o melhor.
       Esse processo levou exatamente um ano, mas foi o melhor ano de minha história como empresária.
       Quando decidimos abrir um restaurante não abrimos apenas um restaurante, abrimos mão das amizades, abrimos mão de vida social, abrimos mão das confraternizações em família que sempre são no dia de melhor movimento do restaurante, abrimos mão de viver nossa vida para viver o restaurante.
       Olha tem que amar muito. E o fato de amar muito também torna menos doloroso. 
       Quando agente ama o que faz não importa a hora simplesmente eu tinha 24 horas do meu dia para o restaurante, varamos muitas e muitas noites sem dormir realizando produção para um almoço e íamos dormir apenas depois do movimento do jantar eu e meu marido ficávamos mais de 48 horas acordados. Quando você ama o que faz negligência a gestão do tempo e isso não é bom . O corpo preciso de descansar, a alma preciso de amigos, a cabeça precisa de assuntos que não é sobre o restaurante.
       E durante esse processo conhecemos anjos que encheram em nossas vidas de amor, primeiro foi do Sebrae que não mediam esforços para nos ajudar uma até tem olhos verdes e cabelo loirinho com um sorriso angelical, depois conhecemos muitos empresários e gestores que nos abraçaram como uma família, juntarmos forças para crescer. 
      Uau eu tinha amigos novamente!!!
      Nessa mesma época conheci a Associação Comercial de Maringá ACIM entramos em Núcleos setoriais e Multissetoriais de todas as formas, ajudamos a criar Núcleo de Qualidade no Turismo . Definitivamente estávamos vivendo o Associativismo. Realizei cursos de empreendedorismo de coach que acelerou meu processo como líder, tem dois que foram marcantes :
       O 1º foi um curso no meio de uma pracinha promovido pelo Sebrae as 8 horas da manhã, eu nem estava muito afim de ir pois para quem dorme todas as noites as 4 horas da manhã 8 horas ainda é madrugada, o fato de ser no meio da praça pública não ajudava a me motivar. Foi então que aprendi que nunca devemos julgar o livro pela capa esse foi sem sombra de dúvidas o curso mais importante para o atendimento do AlbaDore. A palestrante alegre, cativante com uma gargalhada contagiante e ao final do curso eu estava com a solução para um problema que eu tinha no atendimento. Eu sou uma cliente muito chata porém é preciso muito pouco para me fidelizar, mas Maringá não faz nem esse pouco e isso me tornava uma cliente mais chata ainda. Eu por muito tempo me dediquei a observar o que os clientes buscam e como suprir suas expectativas, porém essa orientação era muito desgastante e repetitiva e na hora H muitas vezes não saia com perfeição. E naquele curso no meio da pracinha pública essa coach entregou uma ferramenta que padronizava nosso atendimento, hoje os clientes podem ser atendido por qualquer um de meus garçons que estará sentindo e ouvindo exatamente a mesma coisa, os treinamentos são muito mais simples e fácil para eles e no decorrer desses últimos 2 anos muitas coisas foram agregadas sem comprometer o desempenho da equipe. Lógico que apenas a ferramenta em si não faria sentido algum sem os treinamentos semanais, mas antes do curso os treinamentos eram diários e não supria as expectativas.
2º curso foi o Empretec, foi onde me descobri como empreendedora e o quanto eu realmente era forte. Foi extremamente necessário para AlbaDore pois eu Camila não trabalho para o dinheiro consequentemente não olho os resultados, sem o curso hoje não estaríamos mais aqui. 
      Vou explicar melhor, em Abril de 2016 resolvemos mudar o cardápio eu acreditava que precisávamos dar nosso melhor para os clientes nosso máximo ( setor interno cozinha) então elaboramos um cardápio de rodízio incrível de tantas opções gourmet que trocamos o nome de rodízios para Festival Italiano clássico Italianos, muitas massas, muitos molhos, risotos, nhoques, pizzas elaboradas, pepperoni, camarão era no risoto e na pizza...Lógico tudo do bom e melhor, e consequentemente tudo isso eleva o valor. E mesmo negligenciando os lucros realizando apenas para se pagar, o Rodízio era R$49,90 por pessoa. Não é caro se comparado à apenas um prato de nhoque de gorgonzola que custa em média na região de R$45,00 à R$63,00, tendo em vista que no festival isso era apenas uma das infinitas opções sem limites de quantidade. Primeiro mês de inauguração de cardápio foi maravilhoso a aceitação do público, já os meses seguintes o movimento só diminuía. Eu pensava mês que vem vai melhorar. Tivemos que demitir excelentes colaboradores , foi quando em Agosto realizei o curso tem duração de apenas uma semana, porém é uma semana imersiva onde você não consegui fazer mais nada a não ser o curso ( sem brincadeira eu fui pegar meu bebê no colo apenas no sábado após a conclusão do curso) e lá foi onde eu aprendi que se eu valorizo minha equipe e quero manter o emprego deles garantido, eu tinha que trabalhar por dinheiro, que eu não poderia olhar para eles e fazer o que eu fazia comigo, não tinha o direito de apenas oferece o amor à eles.
      Aprendi também que se você tem um fornecedor bom, um restaurante que gosta de comer, uma loja que tem as roupas que gosta de usar temos que valorizar eles, não podemos de forma nenhuma sugar eles exigindo descontos exorbitantes para poder fechar negócio, porque fazendo isso um dia eles irão quebrar e não teremos mais os produtos que gostamos. E também não fechamos eventos com valores que não suprem as despesas apenas para não perder clientes.
      Após o curso eu reformulei nosso cardápio no valor que o clientes estava disposto à
pagar. Por que não existe fórmula mágica e as vezes o melhor não é exatamente o melhor
para o clientes.
     Temos que oferecer o melhor para o cliente. E assim foi feito e a casa entrou nos eixos
novamente o que nos possibilitou estarmos ate hoje no mercado, honrando com nossa
missão do preço justo e mantendo nosso sonho de levar o amor através do paladar vivo...
Continua...
      Próximo post como foi o processo da auditoria do Selo de Qualidade no Turismo
​​​​​​​como foi a sensação de conseguir alcançar a meta de 3º melhor do Paraná...

5 de outubro 02:33 · 
#5XPAlbaDore 

Desenhos feito com Farfalle

3º melhor Restaurante do estado do Paraná, o difícil é se manter no topo

      O programa Selo de Qualidade no Turismo é um reconhecimento que abrange o Paraná todo, ele já caminha para o quarto ano e quando entramos já estava no terceiro ano. Esse programa avalia todos os segmentos que envolve o Turismo, nós estávamos competindo com toda gastronomia do Paraná. 
      Não é apenas um concurso de mais lembrados e sim um programa que de fato avalia a empresa por um processo de auditoria.
      Como era meu primeiro ano no programa coloquei como meta para nossa empresa o terceiro lugar metas precisam ser específica,mensurável, atingível, relevante e o tempo para ser realizada. Não seria um trabalho fácil mas nós precisávamos daquilo para evidenciar que estávamos no caminho certo.
      O programa se divide em:
      -20 pontos Turista oculto: Um auditor disfarçado de cliente que verifica nossa reputação online, como é o atendimento por telefone, site, inbox Facebook e o atendimento presencial onde tem a experiência como cliente em nosso estabelecimento.
      -30 pontos MEG: São 33 questões com foco em liderança, estratégia e planos, clientes, sociedade, informações e conhecimento, pessoas, processos, resultados .
      -50 pontos Roteiro de Sustentabilidade: 34 questões com foco em sustentabilidade, serviços, infraestrutura, inovação.
      O Roteiro e o MEG é passado questão por questão por um auditor do TEC PAR e leva em média 4 horas de avaliação.
      Temos um ano para nos prepararmos e o mais incrível é que a cada questão concluída evoluíamos muito, já no meio do processo percebemos nosso crescimento.
      Parecia que antes estávamos no escuro e a cada questão as coisas iam ficando mais claras e nítidas. Tínhamos o controle de fornecedores, clientes, colaboradores e processos. 
      Passamos por todos os estágios do programa nossa nota foi 96,9 final, já tínhamos conseguido o reconhecimento porém os destaques só seria possível saber no momento da entrega. 
     A premiação ocorreu em Curitiba eu estava convencida que tínhamos realizado nosso máximo, o coração palpitava, garganta seca e mão suadas.
     Categoria de Gastronomia com interesse turístico era o primeiro segmento a ser anunciado, foi então que a nota do terceiro lugar apareceu no telão e foi anunciada: 96.9 -sim era o AlbaDore, conseguimos éramos destaque o terceiro era nosso!!! Eu saí literalmente pulando até à frente do palco não conseguia conter a emoção. Tínhamos conseguido nossa Meta. Aqueles minutos representavam todo um ano de dedicação e empenho, todas as noites sem dormir, todas as horas que deixei de ficar com meus filhos era sim o nosso momento de reconhecimento.
     Se for difícil eu faço ,
     Se for impossível 
     Me de mais 5 minutos .
     Vou tentar mensurar em palavras o que esse 3º lugar representa para nós ...
     Meu sonho sempre foi ter meu restaurante, de levar o amor através do paladar,só não sabia que realizar o sonho seria apenas o início não o final .
     Subir até o topo do Everest é fácil, difícil é se manter lá em cima .
     Vendemos nosso único imóvel nossa casa e fomos morar no restaurante eu, meu marido 3 filhos e mais um à caminho e minha mãe, abriremos mão de todo conforto por um sonho. Desistir não era mais uma opção, pois não teríamos mais para onde retornar. Mas tudo está nas mãos de Deus e no tempo dele!
     Esse 3º lugar tem um tempero a mais
     Graças à tudo que veio antes dele estamos aqui .
    Agora vocês podem entender um pouco essa minha reação e o quanto tudo isso representa para nós. Não é só uma conquista do AlbaDore mas de todos que estavam nos bastidores dando o suporte necessário para nosso restaurante crescer.
    Sou muito grata por durante esse um ano ter conhecido pessoas qualificadas que hoje são muito especiais para nós. É muito mais que o 3º melhor do Paraná. É a evidência que estamos no caminho certo que todo sacrifício não foi em vão!
    Esse 3º lugar não é meu:
    É de minha família.
    É de meus colaboradores.
    É dos consultores do Sebrae.
    É dos clientes que mantém nosso sonho vivo!!!
    Agradecemos imensamente a todos que fazem parte de nossa vida e principalmente
deixarem nos fazermos parte da vida de vocês.O apoio e carinho que recebemos todas
as noites.
    Estamos passando por todo processo do Selo de Qualidade no Turismo novamente
​​​​​​​em novembro esperamos trazer novidades para vocês 😉
Continua...

12 outubro 11:56. 
#6XPAlbaDore 

Camila com o Premio de 3º lugar no Turista 

Confio em minha equipe e coisas incríveis acontecem!...

      

      Ser empresário é se jogar do avião e construir o paraquedas durante a queda!!!

      Quando compramos o ponto do AlbaDore a parte interna estava precária necessitando de muitos equipamentos para poder funcionar no básico. Compramos geladeiras, freezer, batedeiras, cilindro, bancada.. Para produzir 100% de nosso cardápio de forma artesanal.
      Passamos muita dificuldade no início, e a adaptação da casa sem clientes para casa com clientes.
     E de repente o sonho de levar o amor através do paladar começa a dar certo, começamos a consegui pagar as contas, o restaurante começa a se manter mas, ainda faltava uma coisa para estar completo...
     Passamos pelo Selo de Qualidade no Turismo do estado do Paraná com excelência nas maiorias dos requisitos porém a infraestrutura não nos permitiria alcançar a nota máxima.
    Para o sonho ser perfeito tínhamos que revitalizar o AlbaDore dar nossa alma à ele, e como Deus em sua infinita misericórdia é sempre maravilhoso conosco, novamente colocando anjos em nosso caminho conhecemos a família Garcia proprietários do imóvel explicamos tudo que passamos no início e eles concordaram em ajudar a reformar a casa.
    Contratamos a Patricia Suzuki design de interiores que conseguiu capitar todo nosso amor criando um projeto que valorizava cada detalhe de nossa história.
    Em Abril até de 2018 iniciamos a reforma na varanda com a parte interna em funcionamento, todos os dias era um faxina antes de iniciar o atendimento.
    Em Julho fechamos o atendimento para conclusão da reforma. 
    E foram longos 40 dias até a conclusão de tudo. Detalhe moramos no restaurante. Minha tia levou minha vó para São Paulo em sua casa. Minha cozinheira levava as crianças para sua casa nos dias de muita quebradeira onde faria muito pó . 
    Eu fiquei do início ao fim acompanhado tudo e tentando ajudar no que era necessário.
    No dia 11 de Agosto de 2018 foi o tão aguardado momento nossa reinauguração.
    O sentimento é surreal é impossível de descrever. Tudo é tão difícil de se conseguir, tudo é tão lutado e suado e aquele momento era mais uma vitória à ser celebrada .
    O Resultado é compartilhado e comemorado todas as noites com os clientes.
    Melhoramos o layout com as configurações das mesas, diminuindo as filas de espera em 60% e o tempo de espera pela metade.
    Possibilitamos que os clientes possam ver onde é e todo preparo dos alimentos com uma cozinha em formato aquário, muitos ficam aguardando o chefe fazer fogo !!!
    Temos horta e todos nossos temperos são cultivados de forma orgânica.
    Temos um sistema de captação da água da chuva e irrigação de nossos morangos.
    Temos um minhocário onde nossos resíduos orgânicos passam por processo de compostagem criando um rico adubo para nossas hortas, além de diminuir resíduos jogamos em nosso planeta.

    Estamos trabalhando muito eu e meu marido teremos nossa primeira folga agora domingo após 67 dias seguidos, apesar do cansaço físico estamos felizes por todos os dias nosso jardim estar florido pela enorme preferência dos clientes, elogios e carinho que recebemos todas as noites serve como um energético que nos impulsiona !
    Toda grande decisão requer enormes sacrifícios, esse ano será um ano de muita luta até conseguimos estabilizar as contas novamente.        Meu tesouro é minha grande Família AlbaDore que está ali sempre acreditando e se dedicando incondicionalmente para tudo sair perfeito noite após noite proporcionando momentos únicos e inesquecíveis para centenas de pessoas, que conseguem captar e se dedicar ao capricho, por isso confio em minha equipe e coisas incríveis acontecem!

    A escolha em se manter como está e ficar financeiramente estabilizado ou crescer e expandir mesmo que isso implique em grandes sacrifícios...Qual tomar ?!?
    Para quem me conhece sabe que só existe uma alternativa - sempre será crescer, sempre em busca

da excelência e encarar o que vem com a cabeça erguida e o coração cheio de esperança.
    Só da valor ao pingo d’água quem carrega o balde, e quanto mais cheio mais pesado, quanto mais

crescemos mais responsabilidades.
    AlbaDore é nosso sonho dedicamos tudo a esse sonho e aos poucos começa se tornar realidade.



9 março às 02:00. 
#7XPAlbaDore 

Nossa grande família no meio da cozinha rebocada.